Inteligência Artificial: Você tem medo? Seja indispensável!

Seis em cada 10 norte-americanos têm medo de que a automação coloque em risco seus empregos e 39% acreditam que sua função ficará obsoleta em cinco anos, de acordo com a pesquisa Hopes and Fears (Esperanças e Medos), da PwC.

Novos cargos que não existem hoje, no entanto, substituirão alguns dos empregos perdidos para a inteligência artificial (IA). Mas, se o seu trabalho estiver em risco, talvez seja uma boa estratégia criar um plano B desde já, para que mais tarde você possa fazer a transição sem problemas, permanecendo um profissional relevante.

“A única coisa que podemos prever é o imprevisível”, reflete Scott Steinberg, autor de “Think Like a Futurist 2022: The Next Normal” (Pense como um Futurista: O Novo Normal, em tradução livre). “Nesse momento, as coisas tendem a mudar repentinamente, de uma semana para a outra, e haverá muitos próximos ‘normais’. Mas mesmo quando os eventos globais estão fora do seu controle, você sempre pode orientar suas atitudes para um resultado mais favorável.”

SEJA INDISPENSÁVEL

Nem todo trabalho está em risco, e as empresas sempre precisarão de solucionadores de problemas proativos, de pensadores dinâmicos e de inovadores criativos, diz Steinberg.

“Para certas tarefas se pode contar com um computador, mas a maioria delas são rotineiras, chatas e previsíveis”, diz ele. “É quando as variáveis ​​aparecem que os elementos humanos entram em ação e se destacam. Se você quiser se preparar para o futuro, precisa pensar em como adicionar algo essencial e insubstituível a essa mistura.”

Steinberg diz que é preciso se destacar de forma muito visível no trabalho, e que as pessoas ao seu redor precisam entender o valor que você traz para a empresa. Seu valor pode estar em um sentido mais amplo do que a descrição do seu trabalho.

“Talvez você seja aquele que todos no escritório procuram em busca de inspiração, de criatividade e de novas ideias”, exemplifica. “Ou, quando surge um problema, talvez seja o mais disposto a assumir o comando e conduzir à solução. Trata-se de encontrar oportunidades para mostrar seus talentos de uma maneira que não pareça arrogante, mas que ajude a apoiar e motivar a equipe.”

APRIMORE SUAS HABILIDADES

Considere-se alguém sempre em processo de aprendizagem e pense em quais habilidades serão exigidas amanhã. Agarre “habilidades elásticas”, que podem se traduzir em uma variedade de diferentes contextos e indústrias.

DAR UM PASSO PARA TRÁS

Os indivíduos mais bem-sucedidos não estão tentando subir a escada rolante corporativa até o topo. Segundo o especialista, a escada está quebrada e os degraus estão começando a parecer frágeis.

Em vez disso, esteja aberto a dar passos para trás ou para os lados, para uma posição de igual classificação ou remuneração em uma empresa que ofereça mais oportunidades de aprendizado e crescimento. Você pode até precisar dar um passo para trás, diminuindo o salário ou o cargo, para conseguir novas oportunidades.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

As últimas do blog Base Consultoria

Já ouviu falar em core skills?

Com a transformação digital, muitas mudanças aconteceram no mercado de trabalho e na vida das pessoas. Com isso, surgiram novas habilidades importantes para o desenvolvimento e

Leia +

Estamos prontos para encontrar o talento que você precisa

Excelência nos serviços de Recrutamento & Seleção, programas internos, Administração de Temporários e Terceiros. Estamos atentos às tendências e antecipamos ao mercado, orientando-nos para resultados e soluções em curto prazo.

Sobre Cookies

Os cookies neste site são usados para personalizar o conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.